CFO promove encontro com novos colaboradores

O CFO promoveu na quarta e quinta-feira, 21 e 22 de março, em sua sede em Brasília, um encontro com seus novos colaboradores, aprovados no ano passado em concurso público. O objetivo é a ambientação e integração da equipe a partir de uma visão abrangente sobre o papel e o funcionamento do Conselho Federal.

Na quarta-feira, após serem recepcionados pelo vice-presidente Ermensson Jorge e conhecerem a sede, os colaboradores assistiram a exposições sobre assuntos diversos, como o exercício lícito da Odontologia, a Consolidação das Normas para Procedimentos nos Conselhos de Odontologia, o registro de especialidades, a inscrição de profissionais e o reconhecimento de cursos de especialização, além de compras e licitações.

Na quinta-feira, as exposições abordaram temas como orçamento, contabilidade e finanças no Sistema Conselho de Odontologia, processos éticos e Código de Ética Odontológica e sistemas de TI. No fim do dia, houve uma dinâmica de grupo evidenciando a importância da atuação integrada para o funcionamento do CFO e dos conselhos de odontologia regionais.

A importância da ambientação foi destacada por palestrantes e novos colaboradores do CFO.

CFO“A Consolidação das Normas para Procedimentos nos Conselhos de Odontologia é a bíblia do CFO. Começar com essa noção é fundamental”, afirmou o gerente de registros e especialidades da entidade, José Wilson Lopes, que fez uma exposição sobre o tema no encontro.

Luciano Mendonça, gerente contábil e financeiro, destacou a importância da “troca de experiências para o alinhamento de informações”.

Segundo o assessor de gestão de pessoas, Marcelo Peres, que conduziu a dinâmica de grupo, a ambientação acolhe e amplia as possibilidades de absorção de assuntos estratégicos para o CFO: “É importante a compreensão de que o Conselho funciona como um sistema, sobre o papel de cada um nessa engrenagem e da necessária integração entre equipes para o seu funcionamento adequado.”

“A ambientação é uma forma de bem receber aos novos colaboradores concursados e também para que eles tenham um conhecimento prévio de todos os setores da autarquia,” complementou Ermensson Jorge.

Para a advogada Vanessa Alves de Lima, nova colaboradora que tem no CFO o seu primeiro emprego, a acolhida foi surpreendente: “Além de ter uma visão do trabalho do Conselho, fez com que eu me sentisse bem-vinda.”

A secretária Claudia de Paiva Cunha, outra nova colaboradora, garante que o encontro serviu para acabar com a sua inibição de ingressar no novo emprego: “Começar o vínculo com um órgão tão receptivo estimula a vontade de trabalhar na instituição.”

Print Friendly, PDF & Email