Comissão de Educação do CFO propõe estratégias em prol da qualidade na formação profissional de Cirurgiões-Dentistas

O Conselho Federal de Odontologia (CFO) busca, com apoio da Comissão de Educação, meios para participar do processo de avaliação e regulação dos cursos de graduação em Odontologia no Ministério da Educação (MEC). Em reunião nos dias 22 e 23 de julho, em Brasília/DF, a Comissão propôs estratégias para fortalecimento do papel “Sistema Conselhos” em prol da qualidade na formação profissional de Cirurgiões-Dentistas.

Essas estratégias somam ao trabalho desenvolvido de forma conjunta pelo Fórum dos Conselhos Federais da Área de Saúde (FCFAS) para retomada do convênio entre Conselhos Federais e MEC. As Autarquias Federais já fizeram parte do processo de avaliação e regulação por meio de parecer consultivo como forma de identificar a necessidade de formação e a carência social do curso em âmbito nacional.

Além disso, a Comissão também iniciou a elaboração de documentos que comprovam o crescimento indiscriminado de Instituições de Ensino Superior com oferta do curso de Odontologia, distribuídas por região. A Pasta contabilizou 435 Instituições em pleno funcionamento em todo país. A preocupação é com a qualidade do ensino ofertada, que, por consequência, compromete o atendimento odontológico que será prestado à população.

Para fortalecer o papel do Sistema Conselhos no ambiente acadêmico, a sugestão prevê criar um diálogo aproximando os CRO’s dos Coordenadores de Cursos de Odontologia e, posteriormente, com os professores da área, a fim de esclarecer as principais dúvidas sobre o trabalho dos Conselhos de Odontologia e acerca das infrações éticas mais cometidas. “A sugestão é elaborar atividades com linguagem atrativa aos profissionais e aos estudantes sobre as infrações éticas mais cometidas no estado de origem da atuação profissional, pois cada região tem suas particularidades”, afirmou a Coordenadora da Pasta, Maria Helena Monteiro Barros Miotto.  

Além da coordenadora da Comissão, a reunião também contou com a presença dos membros André Destefani Monteiro e Tereza Maria Alcântara Neves. O trabalho foi acompanhado, inclusive, pela Subcoordenadora das Comissões/CFO, a Conselheira Tessa de Lucena Botelho e pelo Coordenador-Geral das Comissões, o Vice-Presidente do CFO, Ermensson Luiz Jorge.

Por Michelle Calazans, Ascom CFO
imprensa@cfo.org.br