II Fórum de Odontologia Mercosul

A criação de um Mercado Comum implica a livre circulação de bens, serviços e fatores produtivos e o compromisso dos Estados Partes de harmonizar suas legislações nas áreas pertinentes, para fortalecer o processo de integração. Assim, a aprovação da Matriz Mínima parte do reconhecimento de que é imprescindível definir parâmetros para colocar em movimento o Registro de Profissionais de Saúde em cada Estado Parte, considerando que o Tratado de Assunção tem como finalidade permitir a livre circulação de profissionais.

O referido documento diz respeito a informações sobre profissionais que exercem ou pretendem exercer sua profissão no MERCOSUL e/ou trabalhem em municípios ou jurisdições de fronteira, sendo indispensável para habilitar os profissionais do setor saúde no exercício de suas atividades próprias. Os dados constantes da Matriz Mínima dizem respeito à formação dos profissionais, tais como: graduação, pós-graduação – lato e stricto senso, conduta ética e disciplinar.

A Matriz Mínima também apresenta dados sobre a revalidação de títulos, diplomas e certificados, destacando a instituição responsável pelo ato. Além disso, consta da Matriz Mínima o registro de título, diploma e\ou certificado em outro país do MERCOSUL.

A importância da implementação da Matriz Mínima nos Estados Partes está relacionada:

  • a realização efetiva de controle do fluxo dos profissionais de saúde entre os países;
  • ao intercâmbio de informações entre os Ministérios de Saúde dos Estados Partes sobre os profissionais de saúde;
  • a possibilidade de se evitar o exercício profissional em Estado diverso ao seu país de origem, de profissional que esteja impedido de exercer sua atividade profissional;
  • ao respeito dos pré-requisitos complementares exigidos em cada país segundo a legislação nacional.

Os organismos responsáveis pela operacionalização e controle da base de dados, além do fornecimento e troca de informações com órgãos correspondentes dos demais Estados Partes são:

  • Argentina: Ministério de Salud;
  • Brasil: Ministério da Saúde;
  • Paraguai: Ministério de Salud Publica y Bienestar Social;
  • Uruguai: Ministério de Salud Publica

Dada a conformação da regulação do trabalho em saúde no Brasil, e destacada a competência dos Conselhos profissionais em registrar e fiscalizar o profissional e sua conduta ética é preciso regulamentar o fluxo de informações entre essas autarquias e o Ministério da Saúde.

O II Fórum de Odontologia Mercosul tem finalidade de reunir os Conselheiros Regionais e Federais de Odontologia do Brasil, bem como, representantes da Classe, Cirurgiões – dentistas do Brasil e do exterior, e demais profissionais integrados ao sistema organizacional do Mercosul.

O evento pode servir de espaço voltado para descrição, orientação e esclarecimentos das dúvidas frequentes ao tema.

O foco será no exercício e trânsito de profissionais, assim como o trâmite de revalidação de diplomas para atuação no território nacional, ligado aos princípios e fundamentos do Mercosul.

  • Membros do Conselho Federal de Odontologia;
  • Membros dos Conselhos Regionais de Odontologia dos estados fronteiriços com outros países;
  • Representantes das Entidades de Classe Odontológica nacional e estrangeira;
  • Representantes do Ministério da Saúde voltados ao Mercosul;
  • Representantes das Comissões do Mercosul no Senado e Câmara Federal;
  • Representantes dos Ministérios de Saúde dos países membros do Mercosul;
  • Representantes do Poder Executivo do Município de Foz do Iguaçu;
  • Secretário de Saúde do Paraná e do Município de Foz do Iguaçu e suas respectivas coordenações de Saúde Bucal; e
  • Cirurgiões dentistas.

22 de novembro – quinta-feira

08h30    Credenciamento

09h30    Abertura oficial

10h15    Palestra: “Matriz mínima de trabalho em saúde”

                Palestrante: Rafael Vaz Lopes – Coordenador Geral do Departamento de Regulação do Trabalho em Saúde da Secretaria de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde – SGTES, do Ministério da Saúde/MS.

Consultor Técnico: Arthur de Oliveira e Oliveira – Consultor Técnico do Departamento de Gestão e da Regulação do Trabalho em Saúde, da SGTES, do Ministério da Saúde/MS.

12h00    Almoço

14h00    Palestra: “Estágio atual do Mercosul e validação de diplomas nos demais países membros”

                   Palestrante: Prof. Maria Virga – Professora da Universidade Nacional de Córdoba, Argentina. Doutora em Odontologia.

15h45    Coffee break

16h00    Palestra: “Revalidação e Reconhecimento de Diplomas Estrangeiros no Brasil”

                Palestrante: Eliane Feres – Consultora Especialista na área de Tecnologia da Informação; Coordenadora da Plataforma Carolina Bori – Sistema de Revalidação e Reconhecimento de Diplomas Estrangeiros do Ministério da Educação.

 

23 de novembro – sexta-feira

08h30    Palestra: “Visão atual do Mercosul na área da saúde”

                Palestrante: Fernando Mussa Abujamra Aith – Professor Titular do Departamento de Política, Gestão e Saúde da Faculdade de SaúdePública da Universidade de São Paulo – FSP/USP.). Doutor em Saúde Pública pela Faculdade de Saúde Pública da USP.

10h30    Coffee Break

10h50    Mesa redonda: discussão dos temas abordados.

12h50    Encerramento

MINI CURRÍCULOS DOS PALESTRANTES

Rafael Vaz Lopes

Bacharel em Direito pelo Centro Universitário Luterano do Brasil (ILES/ULBRA). Coordenador Geral

do Departamento de Regulação do Trabalho em Saúde – DEGERTS/SGTES, do Ministério da Saúde/MS.

Arthur de Oliveira e Oliveira

Bacharel em Relações Internacionais pela Universidade Católica de Brasília (UCB), tendo cursado um semestre de Graduação-Sanduíche pela Budapest Business School (Hungria). Mestrando em Gestão de Políticas Públicas pela Universidade Federal do Tocantins (UFT). Consultor Técnico do Departamento de Gestão e da Regulação do Trabalho em Saúde – SGTES, do Ministério da Saúde/MS.

 

Maria Carolina Virga

-Profesora Titular Interina de la cátedra Periodoncia C Res 49/05. Profesora Titular por concurso de la cátedra de Farmacología y Terapéutica “B” Res. N° 20/caf. Título Universitario: ODONTOLOGA – Universidad Nacional de Córdoba. Especializaciones: Docente Universitaria en el Área de Farmacología y Terapéutica – Departamento de Patología Bucal; Plan de Formación Docente (1992-1994), según Res. 65/93 del H.C.D. Facultad de Odontología-UNC. Título Doctora en Odontología: “Evaluación de la acción antiplaca de Triclosan, Hexetidina y Quitosan” – Facultad de Odontología. UNC. (29-08-2000) Cátedra de Farmacología y Terapéutica. Directora: Prof. Dra Lidia E.Levin. Calificación: Sobresaliente. Res. Nº 269. Docente – Investigador Categoría II. Ministerio de Educación. Secretaría de Políticas Universitarias. 

Eliane Alcantara Feres

Consultora Especialista na área de Tecnologia da Informação. Coordenadora da Plataforma Carolina Bori – Sistema de Revalidação e Reconhecimento de Diplomas Estrangeiros do Ministério da Educação. Em 2017 e 2018 ministrou palestras sobre Revalidação e Reconhecimento de Diplomas Estrangeiros em: Seminário “Universidades para o Mundo: desafios e oportunidades para internacionalização” do British Council em Goiânia e em Curitiba; I Fórum da Rede de Assessorias para Assuntos Internacionais das Instituições Públicas de Ensino Superior do Maranhão- ReINTER em São Luís MA; Universidade Federal da Bahia; Universidade Federal do Rio Grande do Norte; Universidade Federal de Goiás; Universidade Federal de Uberlândia; Universidade de Brasília; Universidade Estadual de Londrina; Universidade Estadual de Maringá e Universidade do Estado da Bahia.

Fernando Aith

Professor Titular do Departamento de Política, Gestão e Saúde da Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo – FSP/USP. Professor Visitante da Université Paris Descartes – Cité Sorbonne (Paris 5). Co-Diretor Científico do Centro de Pesquisas em Direito Sanitário da Universidade de São

Paulo – CEPEDISA/USP. Advogado formado pela Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo – USP. Mestre em Filosofia e Teoria Geral do Direito pela Faculdade de Direito da USP. Doutor em Saúde Pública pela Faculdade de Saúde Pública da USP. Pós-Doutor em Direito Público pela Université Paris Panthéon (Paris 2). Livre-Docente em Teoria Geral do Estado pela Faculdade de Direito da USP.

Wyndham Hotel
R. Rui Barbosa, 394 – Centro
Foz do Iguaçu – PR

Veja no mapa

Este evento é para convidados e não há custo para inscrição. Vagas limitadas.

Deve ser preenchido o formulário e confirmar a presença até o dia 14 de novembro através do e-mail nivea@cfo.org.br . Informações (61) 3033-4499 /  3033-4469.

Acesse aqui o formulário para inscrição.